A PAZ,

“CONFLITO DE VONTADES”

PAI, SE QUERES,PASSA DE MIM ESTE CÁLIÇE; TODAVIA,NÃO SE FAÇA A MINHA VONTADE,MAS A TUA.(Lucas 22.42)

Poderia Jesus muito bem ter pedido ao pai que enviasse uma legião de anjos para livrar-se da cruz e dos soldados que foram ao Getsêmani,á noite, prendê-lo. Mas não o fez, porque queria satisfazer a vontade do pai, e não a própria. Poderia ter rejeitado o cálice do sofrimento, mas preferiu voltar Seu olhar para a salvação do homem e para o futuro de glória,em Seu Reino ao lado do Pai e dos milhares de cristãos resgatados.
Por causa de Sua decisão por fazer a vontade do Altíssimo, Jesus suportou a injúria dos lideres de seu povo, as afrontas e torturas de Seus algozes. Foi pregado na cruz como um malfeitor.Contudo,mesmo naquela hora tremenda dor e angústia, foi Fiel até o fim ao plano de Deus, ressuscitou ao terceiro dia e garantiu-nos uma tremenda salvação, vida eterna e uma herança incorruptível em Seu Reino Eterno.
Como seguidores de Cristo, somos convidados a imitá-lo, tomando a nossa cruz e renunciando á nossa própria vontade em prol da vontade de Deus, que é boa, perfeita e agradável.Isso pode parecer ruim e doloroso no momento, mas o fim será da Vitória e Glória, como foi no caso de nosso Mestre. Peçamos a Deus que neste dia faça a Sua Vontade em nossa vida, e não. Só assim receberemos as Bênçãos que estão propostas para nós ao “terceiro dia” QUE O PAI O FILHO E O ESPIRITO SANTO NOS DE MAIS DELES E MENOS DE NÓS PARA QUE A SUA VONTADE VENHA SELAR NOSSA ALIANÇA DA OBEDIÊNCIA EM NOME DE JESUS!

QUE DEUS OS ABENÇOE…