Em algum momento na vida todos nós sentiremos a dor da solidão. A Bíblia diz que Maria e Marta ficaram muito tristes com a morte de seu irmão Lázaro, e Marta disse a Jesus: “Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido” (João 11:21).

Elas estavam sentindo a dor da solidão e acredito que essa seja uma das piores dores que alguém possa sentir. Mas em seguida lemos algo surpreendente. A Bíblia diz que junto ao túmulo de Lázaro, “Jesus chorou.”
Isso mostra que o Rei dos reis e Senhor dos senhores, não fica assistindo o sofrimento de Seus filhos sem se compadecer. Não! Ele mergulha no mais profundo da nossa dor e sabe da situação desesperadora que muitas vezes atinge o nosso coração:
“Assim diz o Alto e Sublime, que vive para sempre, e cujo nome é santo: “Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito” (Isaías 57:15).
Quando entregamos nossa vida a Jesus Cristo, Ele não promete nos livrar de todos os problemas e angústias. As lágrimas virão e os momentos de dor profunda também virão, mas lá no fundo do coração desfrutaremos de uma paz que é difícil explicar. É Deus nos dando um novo ânimo e nos consolando através do Espírito Santo.
Quando clamamos ao Senhor e choramos diante dEle, experimentamos um poder sobrenatural que este mundo não conhece, e junto com essa paz maravilhosa, começamos a enxergar um caminho de esperança que se abre à nossa frente. Por isso busque a presença de Deus em oração. Ele te ama e quer fazer uma obra linda em sua vida!
“Quando clamei, tu me respondeste, deste me força e coragem” (Salmo 138:3).

QUE DEUS O ABENÇOE…