“Mas, que importa? O importante é de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro” Filipenses 1.18

Paulo nos ensina que não devemos nos preocupar com aqueles que pregam o evangelho motivados de rivalidade, inveja ou enriquecimento.

O mais importante, é saber que mesmo assim o evangelho está sendo pregado.

Na verdade, quando ficamos preocupados com tudo o que temos visto nas televisões, com pregações que muitas vezes parecem mais leilões do que qualquer outra coisa, o inimigo está nos distraindo.

O maior propósito do diabo com isso é nos fazer perder o foco e assim deixarmos de falar de Jesus e do seu poder.

Nós devemos deixar de lado tudo o que nos rouba a alegria de ver o evangelho sendo anunciado e buscarmos cada vez mais estratégias para que a mensagem da cruz alcance mais e mais corações.

A bíblia é clara e nos alertou acerca dos falsos profetas, dos lobos que viriam vestidos de cordeiros e tudo mais.

Mas, o que isso importa? A soberania de Deus é absoluta. O importante mesmo é crer que Deus continua no controle e enquanto alguns falsamente falam de Cristo, outros ainda são verdadeiros e querem entrar no céu e pregar um Jesus vivo e poderoso.

Se preocupe mais em fazer o evangelho expandir e deixe as demais coisas para lá.

Não dê ouvidos as vozes que se levantam para impressionar sua fé ou para desanimá-lo de falar do amor de Deus.

Se proponha a olhar para Cristo e crer que dos outros Deus cuida e trata. Pois, só Deus é juiz. Só Deus pode julgar. O nosso dever é orar e anunciar o reino de Deus.

Seja um pregador do evangelho. Seja um evangelista. Você não precisa de um microfone, você precisa de um coração prontificado a ser canal de Deus.

Miss. Cibele Ribeiro